Thursday, July 25, 2013

Maria

Vou guardar este para aquele dia do ano em que penso na vida!






A app que fez sucesso no SBSR

Chama-se Just Led e é um letreiro. Escrevemos o que queremos, definimos a cor do fundo, da letra, o tamanho, a velocidade e é só pôr a rolar.

Nem vos digo, nem vos conto o que andámos nós para lá a apregoar com o nosso personal letreiro.

Mas eu aproveitei para mostrar aos The Killers o que sinto por eles.


Sunday, July 21, 2013

Diz que fui ao SBSR

Pois que moi même foi pela primeira vez ao SBSR. Não foi por falta de oportunidade mas rock não é a minha cena.
Desta vez convidaram e como não tinha melhores planos, lá fui.

Na sexta só Kaiser Chiefs me interessavam. The Killers... Tenho um odiozinho de estimação. Depois untz puntz e fui feliz. Estava eu a abanar-me para lá e aparece uma miúda podre de bêbeda ao meu lado. Até me assustei.
- Desculpa.
- Sim sim...
- Olha, tens uma mala como eu.
Olhei para a dela, não tinha nada a ver com a minha mas ok.
- Pensei que poderias ter um pau de canela.
- Desculpa?
- Um pau de canela. É que deixei de fumar há 8 dias e não tenho ansiedade nem nada por causa do pau de canela e como tens uma mala pensei que podias ter.
- Hum... Mas eu não vim fazer arroz doce...

Depois regressar a casa às 4h da matin. Coisinha complicada.
Primeiro fizeram-me estacionar no parque dos que vão para o Meco por isso quando saí obrigaram-me a ir para aquele lado. Assim que tive oportunidade fiz inversão de marcha. 
Quando ia a passar em frente ao festival parei atrás de um carro. Um polícia manda seguir e lá vou eu. Ia a passar pelo sô agente e ele começa a acenar com o light saber e a apitar. 
- Hein? Isso é para parar ou para continuar?
Como já o tinha passado, andei mais uns metros e parei no sô polícia seguinte.
Abri o vidro:
- O seu colega acenou-me mas não percebi se era para avançar, parar ou quê...
O polícia rosna para o walkie-talkie:
- A senhora vai para onde?
- Lisboa e o caminho é este.
Torna a rosnar para o walkie-talkie:
- Siga!
E até hoje não percebi o que queria o polícia...

Mal dormi. Tinha umas tretas marcadas para fazer na manhã de sábado. Por volta das 5h da tarde segui para o Meco para ir ter com os amigos que estavam lá na praia. 
Primeiro trânsito aos molhos, depois encontrar a praia onde eles se enfiaram.
Perguntei a um local (ler em inglês porque tem mais piada) e lá me indicou o caminho.

Entrei numa estrada de areia e quando vi carros estacionados, estacionei também (como se o meu chaimite se atolasse com facilidade. Tsc tsc...).

Um casal vinha a caminhar na minha direcção então aguardei para confirmar que a praia era aquela.
Ainda a alguns metros o senhor diz:
- Se tivesse um desses ia até à água!
Quando chegaram ao pé de mim confirmei que era a praia certa.
E a senhora:
- Muito boa escolha! Tenho 44 anos, venho para cá desde miuda e adoro. 
Reparei que a senhora não tinha soutien vestido (as mamas estavam a tocar na barriga) e tudo fez sentido: a senhora naturista estava a apoiar a minha iniciação ao nudismo.
Depois deram-me umas dicas:
- Quando chegar lá ao fundo é melhor descalçar-se e se calhar descer com o rabo sentado.

Oh Deus!!!! Onde é que me vou meter?

Uma caminhada de 5 minutos e lá chego a uma ravina. 
Havia vários grupos lá em baixo mas não conseguia perceber onde estavam os meus amigos. Tentei ligar e nada.
Só pensava com os laços do bikini:
- Eu não consigo descer isto! Eu caio a andar a direito, quanto mais a descer uma ravina...

Ganhei coragem e desci um bocado mas depois a coisa complicou e parei. Olhava para baixo, para cima, 'desço ou não desço. Mas desço como?' E pumba! Frozen!

Lá vi um deles a caminhar em direcção a mim. Foi buscar-me. Pegou na minha mala e eu segui-o em modo spider man, mãos no chão e rabinho a deslizar nas pedras.

Finalmente cheguei lá abaixo:
- Vocês têm noção que eu não vou descontrair? Vamos ter que subir outra vez!!!
Ponderei ficar lá na praia para todo o sempre.

15 minutos depois decidiram que estava na hora.
- MAS EU ACABEI DE DESCER AQUILO!!!!

E lá voltámos à ravina.
Um deles levou a minha mala e lá fui eu com as mãos no chão, rabo espetado para o ar e consegui!
Hoje mal me mexo com dores nos quadrícepes, tal não era a tensão.

À noite mais festival, mais rock que não gosto e Digitalism para terminar em grande.




Thursday, July 18, 2013

Músicas enfiadas na cabeça #23

E como eu não gosto nada de músicas brasileiras (e não gosto mesmo), esta é a que toca hoje






Finalmente Cannes III

Voltamos a apresentar...

Terça, 18 de Junho

Acordámos cedinho novamente para praticar mais um pouco a apresentação antes da dita. Tínhamos apenas 5 minutos para dizer tudo.

Fomos para o Palais, demos uma voltinha para ver mais umas coisas e chegou a hora.
Correu bem. Ficámos todas contentes e cheias de esperança. Gostámos mesmo do trabalho que desenvolvemos.

Entretanto encontrámos uma zuca que tinha ido no voo connosco e que estava com um australiano (não, não era daqueles loiros bronzeados, infelizmente). O moço lá meteu conversa comigo e elogiou o meu cabelo. Disse que era diferente do de todas as miúdas. Pumba! Cabelo da Uena 1 - cabelo das outras 0.

Entre o 12h e as 16h podíamos ir explorar Cannes - com uma rápida passagem por casa para eu trocar o calçado, novamente!

Lá fomos debaixo de um calor descomunal, e eu a arrastar-me com bolhas e afins, ver as vistas. 








Que sítio giro. Super castiço. Havia zonas que me lembravam Roma e já sabem como adorei Roma.

Não ganhámos, ficámos irritadas, piursas e o trabalho que venceu não nos impressionou. Mas enfim... 

Seguimos para uma festa da nossa empresa no Carlton. Supé chiques que nós somos. Banda inglesa daquelas hipsters a tocar. Bebidas frescas, calor, bolhas nos pés, o paraíso!


Depois fomos até à praia da Google. Que spot mais agradável! E os nossos bikinis em casa. O sítio ideal. 

À noite tivemos a festa dos Young Lions na praia, com uns djs e tal. Fui feliz naquela festa. Nem os pés me importunaram.
Já mais para o fim da noite o pessoal começou a ir para o palco com os Djs. Sendo eu pessoa nascida nos palcos, artista de variedades, não podia ficar no chão e lá fui também. Aquilo abanava por todo o lado. Pensei com os botões: amanhã aparecemos todos na TVI: "Palco de festa cai em Cannes". 
Momentos depois sobem dois gorilas para o palco, mesmo atrás de mim. Aí pensei: pira-te que vai dar cocó e já não tens idade para estas chatices. E assim fiz.
Mas fui abalroada por uma multidão de telemóvel em punho. Quando me virei lá estava: P. Diddy, Puff Daddy, Sean Combs, whatever... 

PARTILHEI O PALCO COM O P. DIDDY!!!!!!



A festa terminou e quando ia a abandonar o espaço uma miúda intercepta-me: 
- I saw you todayyyy!.
- Ooohhh, where? 
- Yadhuhdhdjdndh
- Sorry?
- Tjdndhfjfjfn
- Ah ok!
Desisti de entender. Devia ter sido no Palais.
Ela: Estavas de calças rosa!!!!
- Sim...
- Vestes-te tãããão beeeemmm.
- Ah boa! 'Brigada!

E neste momento decidi que ia tornar este blog num fashionblog porque acho que é uma coisa diferenciadora e que ainda não existe.

O caminho para casa foi feito sem levantar os pés do chão. 


To be continued...


Wednesday, July 17, 2013

Músicas enfiadas na cabeça #22

E hoje falaram em Marés Vivas e de imediato visualizei Mitch Bucanão a correr com a bóia na mão e comecei aqui a cantar feita louca:

IIIIIIIII'LLLLLL BE READYYY!






Tuesday, July 16, 2013

Finalmente Cannes II

Voltamos a apresentar... Nada com muita graça por isso baixem lá as expectativas.

Domingo, 16 de Junho

Tal como em Roma, em que nos desorientámos com o despertador na primeira manhã, assim aconteceu em Cannes. Contas feitas, pus o despertador para as 7h... weekdays. Mas Domingo por acaso até é weekend.

Mega salto atlético às 7:20: 
- Outra veeeezzzz?!

Lá fomos nós fazer check in e o reconhecimento do espaço do festival. 

O badge da Uena


A zona do Getty images era muito fixe. Tinha um espaço para fazer postais

Até o Markl aparecia lá na zona das inovações




Briefing recebido, começámos logo a partir pedra.

A única coisa relevante pelo meio é que lesionei os pés logo pela manhã. Sonho com o dia em que tenho uns pés cheios de calosidades, que aguentam calor sem fazer bolhas e mais bolhas.


Segunda, 17 de Junho

Neste dia tínhamos pc disponível entre as 8:30 e as 20:00. Tentámos definir a estratégia o máximo possível na véspera para não estarmos tão stressadas mas foi difícil na mesma. Surgiam mais ideias, surgiam dúvidas e mais ideias e mais dúvidas. 
Os trabalhos dos nossos competitors não aparentavam estar nada de especial. 
Às 19h fechámos o estaminé, entregámos tudo e conseguimos respirar por uns momentos.

Jantámos numa esplanada onde trabalhava um arraçado de tuga com zuca. Estava uma noite de Verão espectacular e lá fomos laurear a pevide antes de voltar para a labuta (faltava preparar a apresentação oral).

Praia à saída do festival




Para a próxima fico aqui no Carlton :p

Depois do passeio, eu já a arrastar-me com os pés altamente mutilados, voltámos para o hotel para trabalhar mais um bocadinho.


To be continued...


Monday, July 15, 2013

Finalmente Cannes

Diz que há 1 mês atrás, estávamos nós a seguir para Cannes e como sou um petit peau mariconera com datas, bateu-se-me cá dentro a sódade. Por isso, nos próximos dias vou contar o que por lá sucedeu.

Sábado, 15 de Junho
A minha parceira apanhou-me em casa e seguimos até ao aeroporto. Ela dirigiu-se para o check in (moi même costuma fazer online) e eu fiquei à espera. Comecei a achar que a coisa estava demorada e quando finalmente ela chegou ao pé de mim disse-me que o voo estava com overboarding (é este o termo?) e que ela não tinha lugar.
- Como não tens lugar? Temos que ir hoje as duas! Olha, nunca rodei a baiana (nem tenho skills para tal) mas se for preciso meto a mão na anca. 
Felizmente não foi preciso rodar baianas, nem alentejanas, nem 'anas' nenhumas (basicamente não foi necessário rodar nada). 

Lá seguimos até à Côte d'Azur num mini avião de nome rola (e comecei logo a cantarolar a famosa moda alentejana), tão mini que mal lá entrei, senti o cocuruto a tocar no tecto (os aviões têm tecto?). Até disse para os pilotos:
- Ponderei vir de saltos...
E eles:
- Imagine as suecas!
- Não imagino. Humpf! Para portuguesa sou alta, ora!
Ok, não lhes respondi assim, mas podia ter respondido.

Já passava da meia-noite quando chegámos a Nice (vi a vidinha a andar para trás quando vi que estávamos a fazer mega razia ao mar e não avistava pontinha de terra).

Tinham-nos dito que não havia transporte para Cannes e que deveríamos apanhar um táxi. Mas chicos-smart como somos, duvidámos da coisa. Lá fomos, eu e a parceira, averiguar a situação enquanto os 3 rapazes foram buscar a bagagem (as gajas só levaram bagagem de mão e os meninos levaram os malões. Tsc tsc):
- Vous parler anglais?
- Yes.
E lá perguntámos se havia transporte. E guess what? Havia um bus à 1h da manhã. Só tínhamos que aguardar meia horinha.
Esquecemo-nos foi de perguntar quanto era o bilhete e o tempo da viagem.

À 1h chegou o bus e lá fui eu:
- Vous parler anglais (gosto tanto de me pôr a inventar na língua dos países onde estou!)?
E o condutor com um ar ofendido:
- Of course!!!
Perguntei-lhe se ia até Cannes e quanto era o bilhete.
Ele responde-me:
- One eurrô.
E eu:
- Pardon?
E ele repete:
- One eurrô!
Wooow! Pessoal, 1€!!

Uma hora depois estávamos a chegar a Cannes. Acontece que aquilo era a 'caminete da carrêra' da Côte d'Azur. Parámos em todas as estações e apeadeiros. Entrava cada vez mais gente feia e olhem que a costa à noite, vista dum bus daqueles, até nem é muito bonita.

Finalmente chegámos ao hotel. Já lá estavam mais dois young lions tugas a trabalhar na recepção. Contaram-nos umas coisitas sobre o festival e lá seguimos para o quarto. 
Eram 3h quando nos deitámos. Despertador para as 7h. Pensava eu...

To be continued...

Wednesday, July 10, 2013

O caixeiro do Continente

Mas o que é que se passou com o moço da caixa do Continente?
Nunca tinha sido atendida com tamanha alegria. 
- Boa noite menina! Então como está? Passou bem?
- Passei sim. Obrigada.
- Quer ajuda para meter as compras nos sacos? Ponho eu (atrevidote)? Põe você ou pomos os 2?
- Eu vou pondo. Sou rápida.
- Eu também sou rápido!
Ponderei dizer-lhe que isso não abonava a favor dele mas tive monólogo interno.
Enquanto metia as compras nos sacos, o moço descosia-se a falar: beca beca beca.
Foi colocar o garrafão de água no carrinho não fosse eu partir uma unha ou deslocar um ombro.
Continuou: beca beca beca.
E pensei: Pronto. Vai pedir-me o número de telefone e vou finalmente poder dizer ao Pai Bueno que no próximo findi vou à praia com um homem (é verdade. Baixei os pré-requisitos. Agora basta ser homem).
Mas nop... Desejou-me uma boa semana e lá fui eu.

E só não vai ser uma melhor semana porque vocês são uns chatos e fartaram-se de queixar do calor e agora está fresco!
Estão a ver o João Garcia?
Se por acaso me cair um dedinho, ou o nariz ou qualquer outra extremidade deste meu corpinho, vocês vão todos sentir-se culpados!

Sacanas...

Friday, July 5, 2013

Ultimamente...

Não sei se é do calor, mas pelos vistos estou mais gostosona do que nunca.

Onde quer que entre ouço as pessoas:
- Está brasa!

E eu sorrio em tom de agradecimento.


OMG!

SEXTAAAAAAA



Tuesday, July 2, 2013

Estes políticos são as minhas musas inspiradoras

Então eu liguei o mac para fazer reset ao iPhone e acabei a fazer este piqueno cartaz:


Grande estreia para o Verão que está aí em altas.

E agora vou jantar antes que desfaleça aqui a olhar para a cara simpática da nova Sra. Ministra.



Picnic do Tony

Então como estão meus piquenos?

Ânimo, vá lá. Em crise sempre estivemos nós!

Vou mostrar-vos o que uso eu para me animar. O Sensivelmente Idiota! Ah, mas que grande novidade, pensam vocês.

Pois, não é. Mas desta vez esmerou-se. Ele abdicou duma baita duma tarde de praia e foi para o Picnic do Continente fazer a cobertura da coisa. Entrevistou a nata da nata e o resultado é este:





Aproveitando o balanço, se quiserem vê-lo a actuar, ele vai andar por Portugal nuns peep shows e coisas do género.


Como é óbvio, ele paga-me para isto tudo.




Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...