Monday, April 15, 2013

Vrruuummm

Diz que por esta hora, há 9 anos atrás, já era uma pessoa com carta de condução.

Acordei cedinho e lá segui com o meu instrutor e outra senhora até Beja. No dia anterior tínhamos andado a fazer percursos possíveis pela cidade.
Calhou-nos o mais fácil.

A senhora foi avaliada primeiro. Uma desgraça! Andámos em sentido contrário. Deixou o carro ir abaixo. Fez asneiras atrás de asneiras.
Quando chegou a minha vez, parecia o maior ás do volante.

Acertei num buraco. O examinador disse-me para ter cuidado, ao que respondi: "O carro não é meu!", com um sorrisinho gozão na cara. 
Tal como ainda hoje faço, imitei o carro a acelerar: "Vrrruuuuummm". E lá ia toda feliz.
Não cometi erros.

A senhora recebeu a guia dela (deve ter metido uns dinheirinhos por fora) e obviamente que eu recebi a minha também.

Começava aqui um amor muito grande. Conduzir. Oh se gosto de conduzir! 

Na altura o Pai Bueno cedia-me o Peugeot 309 para treinar quando ia passar o fim-de-semana e as férias na vila. Virar as rodas era uma complicação. Coisa mais pesada.
Fazia os trajectos na minha mente antes de sair de casa para não ir para ruas muito inclinadas ou onde fosse difícil conduzir. Decidia também onde estacionar para não me meter em trabalhos.
Às vezes o Pai Bueno vinha pôr-me a Lisboa e deixava-me trazer o carro. Quando chegava os braços estavam dormentes visto que era toininha e não os mudava de posição durante 2 horas e vinha tensa, mas tensa!

A pouco e pouco a coisa foi encaminhando.

Mais tarde o Pai Bueno começou a deixar-me conduzir o carro de família. Passei do gasóleo para a gasolina. Este última não fazia um ruído que fosse. Costumava deixá-lo ir abaixo e nem notava. Continuava a tentar fazer o ponto de embraiagem e ele nem mexia. Pudera!

Em 2007, os Pais Buenos descobriram o chaimite e temos sido muito felizes desde aí (fora todos estes percalços). E na falta de dinheiro para um Vogue ou um Cayenne, espero que continuemos a nossa relação por mais uns aninhos.



7 comments:

  1. hehe quando fui a exame de condução, a gaja que ia foi logo chumbada assim que arrancou! Conseguiu não ligar o pisca, meteu-se à estrada sem ver o carro que vinha, ficou quase atravessada, deixou o carro ir abaixo.. o Instrutor só lhe disse "estacione ali em segurança sff" :)

    já eu fi tudo bue da bem, porque sou um condutor bue da bom! :) e já la vão 11 anos de carta! :p

    O meu primeiro carro foi um opel corsa de 86, só de 4 mudanças e durou até eu rebentar com ele! :) muito sofreu aquele carro.. depois fiquei sem nenhum..

    Até finalmente comprar este que tenho agora e que o ia destruindo por completo em deembro passado.. :)

    ReplyDelete
    Replies
    1. possa. já cá volto na hora pós-laboral!

      Delete
    2. os meus coments dão posts, é isso? :(

      Delete
  2. O meu primeiro carro foi um renault 12 mas andei muitos anos com um corsa de 89. Adorava o meu chaimite...snif snif!

    ReplyDelete
    Replies
    1. yei! a ronda dos blogs já chegou aqui ahah

      pois que o meu 1º, mesmo meu, é este chaimite. a ideia de me desfazer dele corta-me o corazon!

      Delete
  3. Xinapá!
    Para mim isso já foi há mais de 20 anos, mas ainda me lembro da emoção!
    Fiz tudo muito direitinho (se não contarmos com a parte logo do principio em que queria arrancar mas não tinha baixado o travão de mão ihihihih)!
    O meu primeiro carro foi um japonês; um Toyota liftback (só tinham vindo 6 para Portugal e foi um 31 sempre que foi preciso arranjar peças; tinham de ser pedidas ao Japão, que as enviava para Braga e só depois para Alvalade...era sempre mais de um mês à espera...

    ReplyDelete
  4. I really like your blog.. very nice colors & theme. Did you create this website yourself or did you hire someone to do it for you?
    Plz reply as I'm looking to create my own blog and would like to find out where u got this from. appreciate it

    my website: ford ranger Forum

    ReplyDelete

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...