Tuesday, September 4, 2012

Tem dias em que só faço cocó



Eu bem que estava a estranhar andar tão bem comportada.

Diz que ontem ao final do dia lá fui ao ginásio, passado um mês de ausência. A meio da aula já tremia por todo o lado, sem força nenhuma nas pernas e nos braços. Enquanto desfalecia lá para um canto, olhei de relance pela janela e vi mega fumarada. Mas de onde vem isto? Ninguém sabia.

Chegada a casa, inspiro fundo: huuuummmm, que belo cheirinho a fumo!
Tinha deixado as janelas abertas, como habitualmente.

Então acendo não-sei-quantas-velas-de-cheiro para ver se a coisa melhora.
Passado um bocado começo a apagá-las, mas algo tinha que correr mal. Entornei a cera de uma para cima dos braços, das pernas, da mesa de jantar de vidro, da cadeira de acrílico, enfim, para todo o lado que apanhei à mão.

Se vocês vissem a mesa e a cadeira... Mon dieu de la France!
Fui buscar gelo, pus em cima da cera para secá-la completamente, fui buscar a espátula de barrar os bolos (que nunca tinha sido usada na sua verdadeira função) e comecei a raspar sem riscar a mesa. Mas era tanta cera. E fui eu perder tempo para o ginásio quando podia apenas ter entornada cera de vela everywhere e ter-me dedicado a raspá-la de seguida.

Depois de ter raspado a maior parte da cera, esfreguei com limpa-vidros e o pano próprio para a coisa e nada. Lá continuava a cera. Humedeci outro pano, enrolei na espátula e toca a raspar mais um bocadinho. Saiu mais qualquer coisinha.

A cadeira foi pior. Peguei-lhe, levei-a para a banheira, pus a última gota que sobrava de detergente para limpar wc (de um Domingo de limpezas) e esfreguei, esfreguei, esfreguei. Ainda não estou certa que a coisa esteja completamente limpa.

Mas hoje é um novo dia e logo vou para casa entreter-me mais um bocadinho a esfregar a mobília.

E agora cheguei ao trabalho e o mecânico veio aqui buscar o jipe para lhe mudar o elevador do vidro.
O Pai Bueno é cheio de connects, é o que é!

Aiai (suspiro).


16 comments:

  1. Não tens ferro de engomar em casa?...

    Pegas em papel de cozinha, colocas sobre a cera e passas a ferro bem quente. A cera derretida é absorvida pelo papel de cozinha ;)

    Depois conta se conseguiste ;P

    ReplyDelete
  2. Pois, a Libelinha deu a ideia do que me ocorreria fazer!

    ReplyDelete
  3. ahahaha
    damn! a mim não me ocorre nada quando faço porcaria!

    ReplyDelete
    Replies
    1. Ahahhahahahahahahhaah a mim, também não me ocorreria! Isto é só truques! :DDD

      Delete
  4. Mecanico a ir buscar o carro ao trabalho a pedido do papá ... HAHAHAHAHA
    Calona !!!

    Quanto á cera entorna mais e diz que é uma nova decoração :)

    ReplyDelete
    Replies
    1. calona não. especial! :D ahahahah

      Delete
  5. Isso é que é agitação para um dia que até estavas sem inspiração.
    Deu-te logo a criatividade toda que precisavas looool :P

    ReplyDelete
  6. A cera é tão lixada de arrancar. :(

    ReplyDelete
  7. A cera é lixada. Eu cá já entornei um frasco de acetona numa mesa de madeira. Não houve salvação. Pelo menos agora tens com que te entreter! Boa sorte.

    ReplyDelete
  8. Ora aí está uma bela sequência de desastres. ;)

    ReplyDelete
  9. Eu a pensar que ia ler algo sobre as tuas idas ao WC e sai-me "cera" por todos os lados e ouvidos??!!!??
    Oh sorte...:P

    ReplyDelete
  10. Não podias passar com um archote pelos bocados de cera e assim derretê-lá? ahahah, o pior que podia acontecer era pegares fogo às cadeiras e mesa

    ReplyDelete
  11. Oh tadita da cera aposto que dá mais personalidade aos móveis em questão ahaha :) *

    ReplyDelete
  12. Já me vieram aqui dizer para experimentar alcool. Como é que não me lembrei! :O
    Alcool geralmente tira tudo.

    ReplyDelete
  13. Grande Libelinha!
    Era isso mesmo que eu ia sugerir!

    ReplyDelete
    Replies
    1. Tu já andavas sossegadinha há muito tempo...

      Delete

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...