Wednesday, July 11, 2012

Rai's parta o vento

Se há coisa que me irrita é o vento.

Primeiro porque me despenteia. A sorte é que agora sacudo o cogumelo e ele volta ao sítio, mas quando tinha o cabelo comprido e a franja direita era ver-me a espreitar todas as montras, vidros de carros e outros reflexos existentes no meu caminho para conferir se todos os fiozinhos estavam no sítio. E não podia faltar uma escovinha ou pente na mala!

Depois, porque nunca me ocorre não vestir saia nestes dias.
Quando é Inverno, não há grande problema. Os collants (os ou as collants? Há quem ache que são meninas) opacos mantêm tudo oculto, mas no Verão a conversa é outra.

Ainda esta segunda, fui toda pimpona para o trabalho. Vestidinho e xanata de salto alto (em modo matrafona de Torres Vedras, vá).
Quando regressava para o carro ao final do dia é que foram elas.
Nas mãos levava a sacola com a marmita (oferecida pela empresa depois da remodelação do Querido, mudei a casa!), a mala, um molho de revistas e o ipad.
Fui a segurar o vestido o caminho todo para evitar que me vissem as miudezas.

Chegada ao chaimite concluí que não tinha mãos disponíveis para tirar a chave da mala e abrir a porta.
Ora afastei um pouco a mão que segurava o vestido e pumba! O gajo levanta logo voo.
E agora?! Isto não é a Playboy. Ninguém me vai pagar por me ver a cueca! O que faço?

Olho em redor e lá estava. Um café com pessoas na esplanada.
Ok. Tenho que manter a mão no vestido.

Olho para o carro mais próximo do chaimite. Encosto-me e uso a mala, sacola e afins para segurá-lo à frente. Vestido preso: check!

Tiro a chave. Carrego no botão e o chaimite destranca.
Depois, com o rabo encostado no carro de alguém que desconheço, estiqueeeeeei-me toda e abri a porta do chaimite (constou-me que foi assim que a Alemanha perdeu a guerra).

Partida, lagarta, fugida!
Salto olímpico lá para dentro.

Ufa!

Hoje estou de calças.


21 comments:

  1. Doida. mas tens toda a razão, o vento é o nosso pior inimigo.

    ReplyDelete
  2. Adorei a descrição toda e não parei de rir.
    No entanto e porque tu és eu e eu sou tu a parte que é igual a mim neste momento passo a cita: " cabelo comprido e a franja direita era ver-me a espreitar todas as montras, vidros de carros e outros reflexos existentes no meu caminho para conferir se todos os fiozinhos estavam no sítio. E não podia faltar uma escovinha ou pente na mala!"
    Juro que é tudo assim comigo sem tirar nem pôr, andas me a seguir e a medir os meus passos só pode! hihihihihihihi

    ReplyDelete
    Replies
    1. ahahahah
      tens o cabelo comprido e a franja a direito e és vaidosona? és eu! ahahah és o meu eu há uns meses, vá xD

      Delete
  3. Gostei! :D Uma aventura mesmo :)

    ReplyDelete
  4. Bela aventura lol Mas sofro do mesmíssimo problema com o cabelo. Ando sempre com escova e espelho na mala para poder corrigir as desgraças que o vento me faz. E que irritada fico!! Estou mesmo solidária contigo :)

    ReplyDelete
    Replies
    1. olha, faz o mm que eu.
      cabelo-cogumelo :D
      agora não despenteia nunca! hehe

      Delete
    2. Não consigo deixar os meus longos cabelos. Já o tive mais curto, mas agora já o deixei crescer de novo eheh
      Mas olha ainda a propósito do vento, hoje à tarde decidi ir ver como estava a praia e não imaginas o vento que estava por lá. bahhh

      Delete
  5. Ahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahah!
    O que eu me ri!
    Que aventura essa a de entrar no carro!
    O vento a mim também me irrita sobretudo porque, vá lá saber-se porquê, me deixa azamboada!
    Talvez seja dos cabelos pelos ares (tou-me a ralar, depois passo-lhe os dedos) a bater-me na cara mas a verdade é que fico zonza e com dor de cabeça!

    ReplyDelete
    Replies
    1. ahahah e eu que me rio quando se riem do que escrevo xD
      olha, o vento também me faz dor de ouvidos. blheca!

      Delete
    2. Isso também!
      Alguém feche a porta que está a fazer corrente de ar!
      Vento! Bahhhhh

      Delete
  6. o vento é uma das razoes pela qual eu nao uso saias. mas gostei dessa tua aventura, nota-se que ja nao há cavalheiros, senáo alguem fazia o favor de te abrir a porta do carro. beijinho

    ReplyDelete
    Replies
    1. ah moça! tens que usar saia! :D fica sempre bem com vento ou sem ;)
      os cavelheiros têm a mania que queremos igualdade eheh
      beijinho

      Delete
  7. pessoa que sou euJuly 11, 2012 at 8:55 PM

    rai's partam muitas coisas hoje! :D

    ReplyDelete
  8. Ehehe! Acontece-me exactamente o mesmo! Do cabelo já desisti, que ele é encaracolado/despenteado! Mas sempre que vou de saia ou vestido rodado, é ver-me passar vergonha (aposto que lá vem o meu amigo anónimo dizer que sou uma depravada viciosa, que anda por aí a mostrar as cuecas!!!). Ainda por cima trabalho à beira-rio!!! Ainda há uns tempos, quando dei por ela, estava com a saia a bater no nariz! :D

    ReplyDelete
    Replies
    1. ahahahah morri!
      deixa lá que o povo ali daquela zona já me deve conseguir descrever os buraquinhos todos da celulite!

      Delete
  9. Ahahahahah! Gostava de ter visto a tua figura, Uena! Para a próxima, coloca uns calções daqueles de ciclista por baixo do vestido. E está o caso arrumado ;) Quem é amiga, quem é? ;p

    ReplyDelete
    Replies
    1. ahahah
      quando era miuda dizia à minha mãe que só usava saia com calçoes por baixo, por causa dos moços que me levantavam a saia! xD

      Delete

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...